Ajudamos Pessoas e Empresas a se Protegerem contra Ações Mal Intencionadas no Meio Digital para Minimizar Prejuízos.

Contato

Atendemos remotamente em todo o Brasil

Proteção de Contas
Gerenciadores de Senhas Como funcionam e porque utilizar

Gerenciadores de senhas são programas responsáveis por armazenar todas as informações relacionadas às contas, como por exemplo: Nome de usuário, senha, endereço de acesso da conta (URL), cartão de crédito, número de identidade, endereço, entre outros.

Dito isso, o uso dos gerenciadores de senhas facilitam a vida das pessoas principalmente ao diminuir o desgaste de perder senhas, na criação de senhas fortes, no rápido acesso às contas, no armazenamento de dados além das senhas e no compartilhamento de contas com outras pessoas.

Na maioria dos gerenciadores de senhas, todas os dados colocados na ferramenta são criptografados. Isto significa que, ainda que ocorra um vazamento de dados por parte da empresa, os criminosos não conseguirão decifrar quais são os dados presentes e muito menos de quem são.

Existem diversos gerenciadores de senhas no mercado e alguns deles são gratuitos enquanto outros possuem taxa de mensalidade e/ou anuidade. Geralmente, a diferença entre os gerenciadores gratuitos dos gerenciadores pagos está no limite de contas e recursos adicionais como: compartilhamento de contas, rede privada virtual (VPN) e até mesmo buscas por vazamento de dados na Dark Web.

Se você chegou até nossa publicação, significa que você aprenderá como os gerenciadores de senhas funcionam e porque você deve usá-los.

Como funciona o gerenciador de senhas?

Questionamento

O objetivo dos gerenciadores de senhas é garantir acesso fácil e seguro a todas as suas contas de onde você estiver. Estes gerenciadores são sistemas completos, e estão presentes em aplicativos e extensões de navegadores para sincronizar com cada um de seus dispositivos.

Iremos explicar de modo geral como é o funcionamento dos gerenciadores de senhas, confira:

Gerar senhas aleatórias e seguras

Criar uma senha que seja forte e segura não é uma tarefa fácil, porque pode ocorrer de esquecermos a senha depois. No entanto, quem usa gerenciadores de senhas não precisa se preocupar em lembrar das senhas.

Existe uma função nestes gerenciadores que é o gerador de senhas. Você pode escolher o comprimento da senha como também a variedade de caracteres que você quer na senha gerada. Estas senhas podem ser geradas e usadas posteriormente, como também podem ser copiadas e usadas nas paginas da web na mesma hora.

Fazer um diagnóstico da sua segurança digital

Os gerenciadores de senhas podem verificar sua segurança no meio digital ao fornecer ferramentas que analisam suas contas. Dito isso, confira algumas destas ferramentas:

  • Frequência de senhas repetidas;
  • Força (fraco, intermediário, forte) das senhas;
  • Registro de alterações de senhas;
  • Vazamento de dados na Dark Web;
  • Entre outras (variando com o gerenciador utilizado).

Através destas ferramentas, você será capaz de usar senhas diferentes e seguras para suas contas, visualizar o histórico das senhas já usadas e verificar vazamentos de dados.

Preencher formulários automaticamente

Existe uma função que a maioria dos gerenciadores de senhas possui, que é o preenchimento automático de formulários. Esta função permite que você preencha os formulários da web automaticamente.

Para que isso ocorra, basta efetuar um cadastro dos seus dados pessoais dentro do aplicativo gerenciador de senhas. Estes dados cadastrados serão usados para preencher automaticamente os formulários que você encontrar online.

Cada gerenciador lida de modo diferente quanto ao preenchimento automático de formulários. Alguns preenchem imediatamente todos os campos reconhecidos, outros que aguardam sua confirmação, e por fim, aqueles que perguntam sua preferência.

Fazer anotações

A maioria dos gerenciadores de senhas podem ser armazenar anotações. Sejam elas referente à uma conta específica, ou simplesmente uma anotação que deseja guardar com maior segurança.

Armazenar arquivos

Alguns gerenciadores de senhas permitem anexar arquivos, como por exemplo documentos, imagens, vídeos e áudios. Sejam estes arquivos referentes à uma conta específica, ou simplesmente um arquivo que deseja guardar com maior segurança.

No entanto, o armazenamento em nuvem possui preço. Por exemplo, o plano gratuito do LastPass tem um limite de 50 MB enquanto suas camadas corporativas armazenam até 1 GB de mídia.

Configurar um contato de emergência

Os contatos de emergência podem ser úteis ao oferecer acesso a um familiar ou amigo em caso de emergência. Então, quando estes contatos solicitarem acesso e não houver rejeição de sua parte, será fornecido suas credenciais.

No entanto, defini-los não garante acesso em suas senhas de imediato. No processo de configuração, você deverá informar um período de inatividade até que esse acesso possa ser fornecido.

5 Mitos sobre gerenciadores de senhas

Procurando

Com todas essas funcionalidades que citamos, vemos que os gerenciadores de senhas são ferramentas indispensáveis para aumentar sua segurança no meio digital. Ainda assim, várias pessoas ficam com medo e até mesmo com um “pé atrás” na hora de utilizá-los.

A seguir, explicamos sobre os principais mitos dos gerenciadores de senhas. Então, você verá que essa ferramenta é de fato segura e facilitará sua vida.

Mito 1: Os gerenciadores de senha não são confiáveis

Com o aumento de vulnerabilidades de sites e incidentes de segurança, muitas pessoas passaram a desconfiar de uma ferramenta para gerenciar senhas. E se o gerenciador de senhas for hackeado?

Os gerenciadores são confiáveis, tomam medidas extras para bloquear suas informações e mantê-las protegidas.

Um bom gerenciador de senhas:

  • Não sabe sua senha principal;
  • Armazena apenas versões criptografadas de suas credenciais e dados em seus servidores;
  • Não armazena nenhum de seus dados em seus servidores;
  • Pode gerar uma senha forte e segura.

Mito 2: Os gerenciadores de senhas não são 100% seguros, então não devo usar

Nenhuma ferramenta garante totalmente a sua segurança. Até mesmo fechaduras mais elaboradas podem ser arrombadas, mesmo assim ainda trancamos as portas dos nossos carros.

A alternativa de usar um gerenciador de senhas é confiar em sua própria memória para assim lembrar de todas as credenciais e senhas. Isso necessariamente leva à reciclagem de senhas ou ao uso de variações – um hábito que os hackers gostam.

Com um gerenciador de senhas instalado em seu computador e celular, é mais fácil levar seus logins para qualquer lugar, para que possa usar senhas únicas e fortes em todas suas contas.

Mito 3: Armazenar todas as minhas senhas em um só lugar as torna vulneráveis a hackers

Os gerenciadores de senhas não armazenam todas as suas credenciais juntas em um só lugar. Qualquer dado armazenado em um gerenciador de senhas são criptografados como segurança. Mesmo que consigam hackear o gerenciador, os cibercriminosos não conseguirão ver seus logins.

A única maneira de acessar seus dados é um com uma chave de acesso que somente você conhece. Você utiliza essa chave para desbloquear o gerenciador em seu computador. Depois de desbloqueado o gerenciador pode preencher seus logins em sites e aplicativos.

Mito 4: Lembrar de todas as minhas senhas é mais seguro do que confiar na tecnologia para fazer isso por mim

A memória às vezes falha. Já clicou em “esqueceu a senha“? É muito comum usar variações da mesma senha para torná-las mais fáceis de lembrar. Com o gerenciador de senhas, você não precisa se lembrar de nenhuma das suas credenciais.

É possível instalar em todos os seus dispositivos e preencherá automaticamente as suas senhas para você. Depois que você adquirir o hábito de usar um, não precisará mais se preocupar em esquecer suas credenciais.

Mito 5: É uma grande dor configurar um gerenciador de senhas

Leva um certo tempo para poder registrar todas as credenciais em um gerenciador de senhas. Mas não precisa fazer tudo de uma só vez. Pode começar pequeno e alterar apenas algumas senhas.

Tente instalar um gerenciador de senhas, e criar novas senhas seguras para os sites que você mais frequenta. Com o tempo, conforme você efetua login em outros sites, você pode adicionar outros.

Como melhorar sua segurança ao utilizar o gerenciador de senhas?

Como se proteger

Separamos algumas dicas para melhorar sua segurança ao acessar seu gerenciador de senhas. Confira:

Crie uma chave mestra segura

No processo de criação de uma chave mestra, você deve levar em consideração vários aspectos de criação de uma senha segura. Isto se deve ao fato de que a chave mestra irá fornecer acesso à todas as suas contas cadastradas no gerenciador de senhas.

Dito isso, confira as melhores práticas para criação da chave mestra:

  • Use letras maiúsculas e minúsculas;
  • Use números;
  • Use símbolos;
  • Use pelo menos 8 caracteres;
  • Não use palavras do dicionário;
  • Não reuse esta senha;
  • Não use informações pessoais;

Altere a chave mestra anualmente

A todo início de ano, é importante que altere a chave mestra para garantir a integridade das suas cadastradas.

Use verificação de duas etapas

É importante utilizar a verificação de duas etapas em seu gerenciador. Dessa forma, criamos uma proteção extra de segurança, além da própria chave de acesso.

Em outras palavras, ainda que uma pessoa má intencionada consiga sua chave de acesso, ela precisará de uma segunda verificação que somente você poderá fornecer.

Sessões abertas em contas

Se suas contas permitirem, saia de todas as sessões abertas em todos os dispositivos. Isso o forçará a fazer login novamente, e desativará todas as sessões abertas não autorizadas que você possa ter deixado passar.

Delete contas não utilizadas

Se você não usar mais a conta, desative-a ou exclua-a.

Altere senhas repetidas

Sempre utilize senhas exclusivas para cada conta, e utilize a geração de senhas do gerenciador.

Cheque se seu e-mail foi comprometido através de vazamentos de dados

Utilize a ferramenta Have I Been Pwned para verificar se seu e-mail foi comprometido em um vazamento de dados.

Gostou desta publicação? Conta pra gente logo abaixo se essa publicação conseguiu de ajudar! 😉

Autor

Gustavo Bessa

Sou especialista em Segurança Cibernética e Computação Forense. O meu objetivo é ajudar pessoas e empresas a se protegerem contra ações má intencionadas no Meio Digital para minimizar prejuízos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *